Ministério da Hotelaria e Turismo
Economia

Ministro quer pragmatismo para desenvolvimento do turismo

Os operadores e as associações ligadas ao sector turístico devem ser mais práticos nas suas acções visando o desenvolvimento do Turismo em Angola, declarou nesta terça-feira, 16, em Luanda, o titular da pasta da Hotelaria e Turismo, Paulino Baptista.

Paulino Baptista fez essas declarações no discurso de abertura do IX Conselho Consultivo Alargado do Ministério da Hotelaria e Turismo, que vai decorrer até quarta-feira, 17, sob o tema "Papel do turismo na diversificação da economia".

Referiu na sua oratória que o quadro orientador para o desenvolvimento do sector em Angola já foi definido pelo Estado, cabendo a acção prática para os negócios na operacionalização da cadeia produtiva do turismo.

Neste contexto, disse que todas as contribuições devem incidir sobre a realização de negócios turísticos, encontrando maior facilitação na captação de financiamento junto da banca comercial para financiar projectos do sector.

É de igual modo necessário, disse, a facilitação de vistos, desenvolvimento do turismo interno, como garantia de empregos e rendimentos para o Estado.

Por outro lado, referiu que 2017 é o início do ano internacional do turismo sustentável, aspirando o apoio de mudanças políticas, nas práticas das empresas e no comportamento dos consumidores que favoreçam a sustentabilidade do sector.

Angop